,

Promova a motivação no ambiente de trabalho através do empoderamento da sua equipe

A motivação de uma equipe já é tarefa cotidiana de qualquer gestor. Quantos negócios você conhece que não falam com bastante frequência sobre como levar os colaboradores a melhorar seus desempenhos? Imaginamos que algo próximo de nenhum.

Mas a questão que vamos colocar é: como você pode promover essa motivação? E a resposta que propomos é o empoderamento da sua equipe.

Pode parecer um tema meio estranho à primeira vista. “Empoderamento? Mas o que isso tem a ver com o desempenho da minha equipe?”. Bem, muita coisa. Mas vamos por partes. Não tem como responder tudo de uma vez.

O que é “empoderar”?

Se você esteve na internet nos últimos anos já deve ter convivido com ela, pelo menos de maneira superficial. Mas também é provável que não saiba exatamente o que ela significa, já que ela também é utilizada de várias formas.

Bem basicamente, “empoderar” significa “dar/adquirir poder”. É quando você oferece ou recebe algum poder de ação, uma forma de interferir no mundo ao seu redor e/ou na sua própria vida. Envolve uma série de coisas, como empenho emocional diante de alguma atividade, persistência, recursos materiais, etc. Tudo aquilo que pode dar a um sujeito mais agência sobre a própria vida.

Parece bem legal, não é? E é mesmo!

Por que não empoderamos mais?

Essa é a fatídica pergunta que todos temem responder. Pare e pense por um minuto: com que frequência e em quais situações você se sentiu empoderado no seu trabalho? Pensou?

Bem, não podemos ouvir sua resposta, mas temos alguns palpites:

  • Quando adquiriu um cargo de chefia;
  • Quando saiu de férias;
  • Quando um gestor/chefe viu seu trabalho bem-feito e largou do seu pé;
  • Quando foi gastar seu suado dinheiro em alguma coisa.

Existem outras possibilidades, mas essas 4 acima são, infelizmente, as mais comuns. Boa parte da nossa estrutura social e empresarial presa pela adequação, não pela criatividade e pelo empoderamento. Na verdade, há uma boa chance de que ela promova uma competição, o que torna cada colega uma ameaça em vez de um aliado.

Para completar tudo isso, dar poder aos demais colaboradores significa questionar o status quo, tirando o gestor de sua posição de poder em relação aos demais. Se você é gestor e costuma reafirmar sua autoridade com frequência, não se sinta mal. Você está apenas reproduzindo um esquema milenar.

Mas já é hora de quebrar esse padrão, não é?

A empatia é o centro de tudo

Um erro comum é acreditar que uma quebra de hierarquia, buscando um esquema mais horizontal, vá retirar o seu poder naquele meio. Mas, na verdade, é bem provável que isso seja uma experiência libertadora.

Primeiro, você não vai ter que ver cada rosto ao seu redor como um lobo ou loba, pronto pra te atacar. Segundo, você estará mais livre para atuar de forma criativa ao saber que terá seus colegas como apoio, lembrando sempre que a recíproca deve ser verdadeira! Em outras palavras, uma estrutura menos hierárquica promove uma relação mais empática, onde todos podem contribuir com o que têm de melhor.

E como promover esse empoderamento?

Bem, existem várias maneiras. Tantas quanto existem pessoas a serem empoderadas! É impossível fazer uma lista completa, mas temos alguns exemplos gerais que podem te ajudar. Veja aqui:

1Tenha empatia, e isso é treino!

Esse é um grande dilema para gestores. Entrar no papel do outro, entender a fundo a situação a fim de compreender a problemática, ao mesmo tempo poder contribuir com algum insight ou mesmo provocar outra pergunta, como: “Mas porque? Foi sempre assim? Como cada um dos envolvidos vê esta questão?” Trabalhar o lado investigativo da sua equipe fará com ela se estimule, busque respostas e se engaje com a busca de uma solução ideal, mas lembre-se este movimento se inicia pela liderança e através das ações.

2. Faça do ambiente de trabalho, um espaço de convivência

Pode parecer algo cosmético ou supérfluo, mas pode fazer uma grande diferença no quanto cada colaborador deseja estar no trabalho. Por exemplo, empresas criam ambientes pet friendly, permitindo que elas tragam seus bichos de estimação e passem algum tempo a mais com eles. O que é muito bom para quem tem pouco tempo para passar em casa.

3. Trabalhe para e com a sua equipe

Um bom gestor não está lá para fiscalizar desempenho. Ele é um maestro, que enxerga as habilidades de cada membro, delega funções com base nelas e estimula que cada um encontre caminhos, erre, aprenda com a devida agilidade para que os resultados esperados pela cia se tornem realidade. E se você não está fazendo isso, é hora de repensar seus métodos. Mesmo um simples gesto de humildade ou estar solícito podem ser um bom começo.

Ainda há muito a ser dito sobre o assunto! Então, deixe um comentário com suas opiniões e discuta como é possível empoderar sua equipe para que fiquem mais motivados.

 

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *